Categorias
Gastronomia

México – Museu Nestlé do Reino do Chocolate em Toluca

A Nestlé, que vende 2,7 milhões de chocolates por dia no mundo, escolheu o México, o berço dos doces, para criar uma experiência de chocolate no século XXI. O Reino do Chocolate, em Toluca, nos arredores da Cidade do México, é um edifício de vanguarda, projetado pelo jovem estúdio Rojkind Arquitectos, no qual prevalecem ângulos e minimalismo.

A entrada deste reino, longe de parecer um palácio, é um trapézio irregular emoldurado por néons brancos que leva a uma sala ampla e abstrata, onde o único elemento decorativo são os pufes. Neste castelo de design, o vídeo de introdução à visita é projetado em uma tela tripla de ar pós-moderno. Embora a história do cacau seja sobre maias e astecas, a estética do local está mais próxima dos videogames e do rap. A rota, que leva mais de uma hora, possui trechos como A Câmara da Assepsia: um corredor branco como o Guerra nas Estrelas, onde as crianças, envoltas em uma névoa de gelo seco, precisam vestir vestidos e sapatos de proteção. Existem também seções com luz negra ou efeitos de luz laser brilhante.

Esse conceito de museu, cada vez mais difundido entre as empresas de alimentos, é que os visitantes não interrompem a produção, mas ao mesmo tempo saem com algo aprendido e desfrutam de uma experiência interativa. Para isso, a rota da Nestlé está repleta de jogos e explicações do tipo: «Usamos 180 toneladas de açúcar por dia, peso de 30 elefantes» ou «a cada segundo fabricamos 16 comprimidos, em um ano, um após o outro, eles daria a volta ao mundo ”. A fábrica observa pedaços de sigilo industrial, mas há pontos em que os binóculos foram colocados para “espionar” mais de perto como o grosso ouro preto e amargo dos maias se transforma em tabletes muito doces embrulhados em papel.

Deixe uma resposta